Nokia pretende se tornar uma das melhores empresas de smartphones daqui a 3 – 5 anos

Ano passado a HMD Global fechou um acordo com a Nokia e, nesse acordo, a HMD conseguiu comprar os direitos da Nokia por um período de 10 anos. A Nokia já foi a maior fabricante de telefones móveis do mundo mas acabou vendendo sua divisão de celulares para a Microsoft no ano de 2014. Mas a empresa, portanto, ficou com suas patentes e começou a preparar uma possível volta ao mercado por meio de licenciamento da marca.

Contudo, a HMD Global agora possuindo os direitos da Nokia, está tentando retomar ao glorioso trono que havia perdido. O crescimento desenfreado das empresas chinesas, como Xiaomi, Oppo entre outras, fez com que a Nokia perdesse mais ainda o poder de mercado que conseguiu no decorrer das décadas. Mas a HMD não perdeu as esperanças, e pretende se tornar uma das melhores empresas de smartphones, pelo menos na Índia. Com isso, o vice-presidente da HMD Global, IPC Ajay Mehta, afirmou:

“Nos próximos 3-5 anos, queremos estar entre as melhores empresas do mercado, não há dúvida sobre isso”.

Ele ainda completa que todos os seus smartphones que foram lançados desde então, já com os direitos da Nokia, tiveram uma boa aceitação do mercado e, consequentemente, altos números de vendas ao redor do mundo. Tendo sido interrogado à como a empresa planeja competir com rivais que estão gastando milhões de dólares em marketing, Mehta respondeu: “Queremos construir uma base firme e um negócio sustentável no futuro”.

De acordo com a International Data Corporation (IDC), a Índia é um dos mercados de smartphones com crescimento mais rápido de modo que atinge o mercado mundial. Como informações adicionais, 28 milhões de smartphones foram enviados para a Índia entre abril e junho deste ano, com a Samsung com 24% de participação de mercado. No mais, temos os outros top 5, que incluem Xiaomi (17%), Vivo (13%), Oppo (8%) e Lenovo (7%).

Fonte 

Jader Peterson

Olá, sou jader! Faço textos para o TecDuos e a JP Tech. Redações, o que mais gosto de fazer.