Review: Moto Z, o queridinho da Motorola

A Lenovo lançou esse ano sua linha de smartphones modulares, que conta com o Moto Z play, Moto Z force e o finíssimo Moto Z.
CONSTRUÇÃO: O Moto Z é o smartphone Premium mais fino do mundo, segundo a fabricante, conta com incríveis 5,2 milímetros de espessura, corpo construído em alumínio aeronáutico, câmera bastante saltada, servindo de guia para o encaixe dos snaps, e a morte cruel do conector para fones de ouvido, sendo substituído pela entrada USB-C.

(Reprodução/TecDuos)
(Reprodução/TecDuos)
(Reprodução/TecDuos)

No caso da câmera saltada é possível nivelar ao corpo com o uso da Style Shell que já vem inclusa na caixa do aparelho.

Câmera nivelada com o uso da Style Shell (Reprodução/TecDuos)

E a falta do conector para fone? Só ultilizando um adaptador ridículo, sinceramente, não estamos prontos pra nós desfazer do mini Jack, eu sei, eu sei, tem a questão do áudio digital, novas tecnologias e blá blá blá, mais uma coisa que funciona tão bem, que já está presente na sociedade há décadas, hm… Sei não…

O “belo” adaptador para fones (Reprodução/TecDuos)

TELA: Com 5,5 polegadas e resolução de 1440×2560, 2k e densidade de 535 PPI, conta com uma tela Amoled, que resulta em uma maior nitidez, cores mais vivas e preto realmente preto .

ESPECIFICAÇÕES: Com chipset snapdragom 820, GPU adreno 530, 4 GB de ram, é capaz de rodar qualquer aplicativo da Google play sem engasgos. Com 64 GB de memória interna e expansível em até 2 TB via cartão micro SD em uma bandeja híbrida, o monstrinho roda o novíssimo Android Nougat praticamente puro.

Slot híbrido do Moto Z (Reprodução/TecDuos)
Android 7.0 Nougat rodando no Moto Z (Reprodução/TecDuos)

Em questão de sensores temos vários:

  • Acelerômetro
  • Proximidade
  • Giroscópio
  • Bússola
  • Impressão digital
  • Gesto
  • NFC
  • Microfone de redução de ruido
Leitor biométrico na parte inferior do aparelho (Reprodução/TecDuos)

CÂMERA: Na câmera principal temos 13 MP com abertura F 1.8 e estabilização ótica de imagens, temos fotos com um bom resultado, mas não consegue tomar o trono do galaxy S7 e do recém chegado Google Pixel. Ele grava vídeos em 4K a 30fps e Full Hd a 60fps.Sua câmera frontal é de 5mp e abertura F2.2, boa? Sim. Excelente? Não. Ainda conta com um flash led frontal que ajuda na captura de selfies em ambientes escuros já que a abertura deixa a desejar…

Flash frontal dedicado (Reprodução/TecDuos)

BATERIA: Movendo esse aparelho temos uma bateria de 2.600mAh, com o uso moderado é possível chegar até o fim do dia, mas para quem extressa bastante do aparelho, no kit vem um snap de bateria que adiciona 2.220 mAh a bateria do dispositivo e na hora de recarregar ainda possui um carregador TurboPower que carrega de 0 a 100 em aproximadamente 1 hora e meia.

Carregador TurboPower (Reprodução/TecDuos)
Snap de bateria com capacidade de 2220 mAh (Reprodução/TecDuos)

CONCLUSÃO:Com o valor medio de 2.800 reais, o aparelho peca na bateria, na pouca atenção da fabricante na suas câmeras e na morte do conector para fones.E ai? Vai pegar o moto Z? Deixa ai nos comentários, e até a próxima! Ah e não esqueça de conferir o vídeo com o review completo no nosso canal do YouTube, aproveita e deixa seu like e se inscreve para não perder os próximos vídeos.