Análise – Dell Inspiron 15 Gaming Edition

Dell 7559
Dell 7559
 A Dell é famosa por sua grande produção e vendas de desktops, portáteis, monitores, todos esses aparelhos de qualidade que vão da necessidade de um uso mais simples com produtos de baixo custo, até a poderosas maquinas para uso profissional e gamer. Hoje, o TecDuos teve a oportunidade de testar o Dell Inspiron 15 serie 7000 Gaming Edition, o mais novo notebook voltado para jogos totalmente da Dell ( é claro que estou desconsiderando sua subsidiaria Alienware) prepare para uma completa review desta maquina.

O aparelho analisado foi o modelo A20 com processador Intel core i7. Para um melhor entendimento, a review foi dividida em 2 pontos: Estéticos e Performance

Pontos estéticos

Design e acabamento

del 7559
(Reprodução/Internet)

Este é um aparelho voltado para jogos, então é de se esperar um acabamento e design que traga isso a tona, e isso de fato acontece aqui; o aparelho pesa cerca de 2,5 kg, é todo construído num plastico que lembra um emborrachado cuja resistência é bastante sentida no toque.

Observe que as cores são um preto fosco com singelos e significantes detalhes vermelhos, como o logo da Dell na tampa, a saída de som e uma linha em volta do touchpad

pronta-4-1
(Reprodução/Internet)
enviar-2
(Reprodução/Internet)
enviar-3
(Reprodução/Internet)

As pás de ventilção bastante singelas e os “pés” de apoio também são dessa cor.

enviar-4
(Reprodução/Internet)
enviar-5
(Reprodução/Internet)
pronta-5
(Reprodução/Internet)

Ainda falando destas pás de ventilação, posso dizer que elas são bem fáceis de entortar.  Além disso o aparelho não demonstra nenhuma outra fragilidade, porém uma pequena flexibilidade da tampa, característica de praticamente todo notebook pode ser ruim em questão de “paguei caro”, para alguns poucos usuários. Eu mesmo, acho super normal essa flexibilidade e garanto que não interfere em absolutamente nada, só citei aqui porque é necessário.

pronta-6
(Reprodução/Internet)

Em mais detalhes temos a saída áudio que como puderam ver não fica na parte de baixo do aparelho como em outros dells e sim logo acima do teclado, o touchpad se se localiza um pouco mais à esquerda, mas se desconsiderarmos o teclado numérico, ele está exatamente no centro da área de digitalização, todo o espaço par repousar os pulsos é bastante grande o que torna a digitalização muito confortável . Na área da tela, encontra-se um logo Dell na parte de baixo e acima, a câmera com um led que notifica quando a esta está ligada. Além de dois microfones.

enviar-6
(Reprodução/Internet)
enviar-7
(Reprodução/Internet)

Sobre luzes temos uma no botão on/off, há também um led informativo de carga um pouco abaixo do touchpad, esse led, apagado, informa que o dispositivo está totalmente carregado, aceso, quer dizer que o aparelho está carregando  como as luzes de um carregador de pilhas. Fora essas luzes temos o teclado retro iluminado que falaremos mais adiante e ainda a linda luz azul do carregador.

envia-14
(Reprodução/Internet)
enviar-15
(Reprodução/Internet)
enviar-16
(Reprodução/Internet)

Na questão de portas de conexão, tudo em boa quantidade.

Começando pela lateral direita; aqui encontramos uma entrada ETHERNET, a entrada HDMI 1.4 com suporte a monitores 4K, uma USB 3.0 PowerShare (funciona com o notebook desligado) e por fim uma entrada de cartão SD. Há também um furo de cadeado. Somente isso.

enviar-8
(Reprodução/Internet)

Na lateral esquerda temos primeiramente a entrada do cabo da fonte, uma entrada de ar especificamente a do chip grafico, mais duas USBs 3.0 (sim, todas são 3.0) e finalizando com uma entrada P3, essa é uma entrada unica para microfone e fone de ouvido,o que pode decepcionar alguns que preferiam as entradas separadas.

enviar-9
(Reprodução/Internet)

Na parte da frente como já disse há apena um led que informa a situação de carga e no fundo, duas saídas de ar, dedicadas principalmente ao chip gráfico e ao processador, é claro que todo o ar quente interno é liberado por ambas. Por estarem localizadas atras, não se sofre com ar quente nas mãos ao jogar.

pronta-7
(Reprodução/Internet)
enviar-11
(Reprodução/Internet)

Por fim, a parte de baixo do notebook, possui os “pés” emborrachados vermelhos como já citei, a principal área de entrada de ar para resfriar a maquina, um parafuso único que permite abrir a tampa de fundo e um SubWoofer para auxiliar nos graves dos sons.

enviar-12
(Reprodução/Internet)
pronta-8
(Reprodução/Internet)

Algo interessante é a facilidade de abrir o fundo do notebook, tirando apenas um parafuso, temos contato com as principais e fáceis de trocar peças, ainda digo que a Dell permite o update de peças, a instalação de um SSD ou de memoria RAM sem que interfira na garantia. O notebook foi analisado com as peças originais de fabrica, sem mudança alguma.

pronta-9
(Reprodução/Internet)
pronta-10
(Reprodução/Internet)
enviar-13
(Reprodução/Internet)

Resumindo, o design do Dell Gaming edition é simples mas não deixa de mostrar sua cara Gamer, tanto no contraste entre as cores como na poderosa ventilação que ele possui; super confortável no toque, relativamente leve comparando com outros notes para jogos e com quantidade de portas gratificante. É algo para quem procura um notebook potente com uma característica visual clean, sem a necessidade de ser como outros monstros visualmente falando.

pronta-12
(Reprodução/Internet)
pronta-13
(Reprodução/Internet)
pronta-14
(Reprodução/Internet)

Finalizando aqui dou nota 9.8 de 10 para o design e o acabamento, os outro 0.2 somente pela textura emborrachada do note principal emente na tampa, é gostoso de pegar porém deixa umas marquinhas de dedo chatas de tirar e pode arranhar fácil. No mais, tudo muito show.

Tela

Antes de falar da tela tenho que esclarecer algo que não é legal. Acontece que pelo menos aqui no Brasil (parece que no exterior também mas não tenho total certeza) o produto foi produzido com duas tela diferentes, uma da marca BOE e outra da LG. Em um grupo especializado do notebook cujos nome e integrantes são irrelevantes, fora constatado que houve compradores das duas telas e que a tela LG mostrava ser melhor em questão de brilho e principalmente fidelidade de cores. Os compradores da tela BOE foram o que mais reclamaram de vazamentos de luz, o famoso backlight, além de criticarem a fidelidade das cores. O notebook aqui testado possui tela LG, por tanto, a analise é da tela da LG. Ainda informo que tanto o modelo A10 como o A20 podem vir com a tela BOE considerada ruim, há um rumor que o lote com a tela LG era um mais antigo e que agora a Dell só fabrica com tela BOE, mas é só um rumor. Infelizmente é praticamente um sorteio. Se você já tem o equipamento e quer saber se sua tela é BOE ou LG, baixe um programa como o AIDA64 ou o EVEREST e veja o modelo do monitor.

Além disso acima, digo que não seria prudente você tirar suas totais conclusões a respeito desse tela somente por meio desta analise, tendo em vista que a tanto a Câmera fotográfica quanto o monitor em que estas tu lendo isso, não entregaram toda a qualidade verdadeira que o seu olho obteria.

 

O modelo conta com uma tela led de 15.6 polegadas full hd IPS LCD, o que era de se esperar pelo preço e por sua responsabilidade.

pronta-1
(Reprodução/Internet)

Em questão de cores, posso dizer que são bastantes fieis, não tão saturadas (o que pode incomodar alguns), gosto de comparar a fidelidade das cores da tela desse notebook com as cores e somente as cores da tela de um LG G2 ou G3, sim, os smartphones. 

pronta-2
(Reprodução/Internet)

No quesito brilho, não há nada a desejar, não é nem um pouco necessário ficar o tempo todo com o brilho no máximo, estando em 30 a 50 por cento você já consegue usar sem problemas dentro de casa e/ou em um dia nublado. Com luz solar forte ao redor, o brilho em 100% permite uma visão muito boa. Mas é muito improvável vc usar o notebook no quintal não é mesmo… Há ainda um destaque por ser um display anti-reflexo e ter IPS para auxiliar nos games, ou seja, você não vai se enxergar na tela estando com o brilho baixo ou em um ambiente claro. Ou  também no quintal em um dia de sol.

pronta-3
(Reprodução/Internet)
pronta-4
(Reprodução/Internet)
Brilho 30% - ambiente interno. Ideal para leituras
Brilho 30% – ambiente interno. Ideal para leituras!

Resumindo… A tela desse notebook é linda, é muito gratificante jogar, assistir filmes, editar videos e fotos ou apenas ficar olhando belas imagens da área de trabalho. Finalizando, dou uma nota 9.4, os outros 0,6 faltando se dão devido a saturação não tão elevada (não me incomoda, mas eu sei que incomoda alguns) e ao fato de ter uma taxa de atualização padrão de 60 Hz,  por ser um aparelho para jogos, isso infelizmente pode implicar em tearings… falarei mais sobre isso.

Teclado, touchpad e som

Começando pelo teclado

Encontra-se aqui um teclado do tipo chiclete com teclas bem espaçadas e peso de pressionamento perfeito, símbolos grandes e ainda há a parte numérica. O destaque vai com certeza para o retroiluminamento de luz branca com 2 níveis de intensidade, pressionando a tecla F10 no modo multimídia, acende-se as luzes do teclado que não só iluminam em baixo mas sim tecla por tecla. Alguns poderiam  querer um retroiluminamento de outras cores por ser um notebook Gamer, um verde, azul ou ate vermelho para combinar cairia bem aqui. Mas isso não chega a ser nenhum empecilho que provoque suicídio ou coisa do tipo. O que pode gerar um incomodo é o tamanho da tecla ENTER que está pequena, mas nada que atrapalhe após dois dias digitando quando com certeza você já estará bem acostumado.

pronta-6
(Reprodução/Internet)
dsc05710
(Reprodução/Internet)
dsc05812
(Reprodução/Internet)
dsc05706
(Reprodução/Internet)
dsc05815
(Reprodução/Internet)

Outros pontos que tenho que citar são: a falta de uma maior sinalização na tecla que acende o teclado e/ou sua emancipação do teclado, pois penso que seria prudente acender o teclado por outro lugar, algum botão singelo em uma lateral ou coisa do tipo, além disso, há uma certa flexibilidade ao pressionar o teclado mais forte, isso é bem imperceptivel mas existe e ainda pela questão “paguei caro” pode chatear alguns.

dsc05817
(Reprodução/Internet)

Sobre o touchpad… bem, posso dizer que é apenas bom. É um touchpad bem espaçoso, possui dois botões o direito e o esquerdo, meio óbvio ao contrario do que sujeitos podem pensar, o touchpad todo não funciona como um botão singular, a unica área pressionável é a inferior, com os botões nos cantos direito e esquerdo que representam os respectivos botões do mouse. Não chega a ser um ótimo touchpad, por causa de sua sensibilidade, pode apresentar algumas falhas em momentos muito precisos como corrigir uma letra em um texto ou clicar em opções pequenas. Mas tendo em vista que é um notebook voltado para JOGOS é mais que evidente que você usará um mouse.

pronta-7
(Reprodução/Internet)

No som temos um sistema 2.1, há duas saídas principais, esquerda e direita o que o torna estéreo e ainda de quebra um SubWoofer, mas este é mais estético que de fato útil, seus graves são fracos mas existem (sugiro ouvir a abertura de Stranger things ou de The crow no máximo para sentir… foi a primeira coisa que pensei).

protna-8
(Reprodução/Internet)
pronta-10
(Reprodução/Internet)
pronta-11
(Reprodução/Internet)
pronta-12
(Reprodução/Internet)

De modo geral o som é bastante alto e claro, vem equipado com software MAXX AUDIO PRO totalmente configurável além de ter opções pré-configuradas de áudio para filmes, musicas, jogos, entre outros que funcionam também com fones de ouvido. Caso não se simpatize com o sistema Dell áudio equipado com o MAXX AUDIO PRO, você pode desativa-lo e usar o sistema padrão do windows.

pronta-13
(Reprodução/Internet)

Finalizando, vou dar 10 para o teclado (sim, há criticas, mas a meu ver não implicam em menos pontos) com 8.5 ficará o touchpad e com 10 o sistema de som (mesmo com o SubWoofer servindo mais de enfeite, nunca vi um notebook com tanta qualidade sonora além da grande intensidade, muito vai pelo MAXX AUDIO PRO)

Pontos de performance

Agora vamos ao que mais interessa, a performance geral da maquina em diversas atividades e principalmente nos games.

Antes de começar, quero que observe esse resumo geral das configurações internas do notebook, como já foi dito, o modelo testado é o A20 e conta com um processador Intel core i7, além de que não efetuamos nenhum update para a analise.

quadro de config
(Reprodução/Internet)

As configurações de um notebook para jogos devem atender a demanda que ele promete e ainda lidar com aquecimento e energia. A Dell produziu duas versões do Gaming Edition, a A10 que conta com um processador Intel core i5 6300HQ de sexta geração e a A20, o modelo testado, no qual inclui um processador Intel core i7 6700HQ de sexta geração 2.6Ghz, aqui é importante dá atenção ao fato de serem ambos processadores com terminação HQ, e não U como em outros notebooks, os modelos com finalização U, foram feitos para pouparem o máximo de energia possível, diferente dos modelos HQ que não contam com essa características e consequentemente fornecem um desempenho melhor, era de se esperar um modelo HQ em um notebook Gamer, implementar um modelo  U, traria criticas ruins. A desvantagem de um modelo HQ, é que ele come mais energia da bateria.

Continuando… além do tal processador que é uma das melhores opções atuais (2016) mobile para quem busca alta performance, o notebook equipa um chip gráfico Nvidea Geforce GTX960m, que apesar de ser uma placa de vídeo intermediaria, seu desempenho é invejável nos jogos e demais atividades que à utilizam, tendo apenas 17% de diferença da linha não mobile (sem o “m”), 8 gigas de memoria RAM DDR3L single-core 1600MHz, o que é o minimo para um bom desempenho em jogos; destaco o fato do aparelho possuir 2 slots para memoria RAM, sendo que há apenas 1 pente de 8G e não 2 de 4 como alguém poderia pensar, isso significa que é possível colocar outra memoria de 8 gigas e ter 16, simples matemática, e como já citei, a Dell permite isso sem que perca-se a garantia… Do mais temos um SSHD 5600rpm, um hibrido com 1T de HD + 8g de SSD. Se você já usava algum aparelho com um SSD, vai sentir diferença na velocidade de abrir programas e jogos, no inciar do windows, abrir pastas e tals, atividades que abusem mais do dispositivo de armazenamento… , isso pode chatear alguns, mas implica em um preço mais acessível. Felizmente, a Dell colocou um espacinho, um slot para SSD M2 nesse notebook, por tanto, você pode comprar um e instalar sem perder a garantia. 😉

A união dessas maravilhosas configurações de fato faz a força. Começando pelo “básico”, programas Adobe, como Photoshop, Premiere, After Effects, além de outros pesados como o Sony Vegas e programas da linha CAD são executados lindamente e suas renderizações também, tudo muito rápido, se estes rodam tranquilos nem preciso citar os mais “chulos”, OFFICE, navegadores, Dropbox, OneDrive, Google Drive, Spotify… Você pode editar um vídeo no Sony Vegas com o photoshop do lado enquanto abre 20 guias no Chrome, dessas, 5 estão rodando videos Full HD 60fps no youtube, ouvindo um Raulzito no Spotify, escrevendo um texto no Word com Excel e Power point abertos e ainda jogar Paciência… Multitarefas excelente caso não tenha entendido.

Saindo de “tarefinhas”, vamos para os jogos e quando digo jogos, quero dizer Placa de vídeo, não se preocupe em rodar mal jogos se compraste ou vai comprar um modelo A10 com o Intel core  i5… a diferença entre os processadores citados implicarão bem mais na execução de programas pesados, sendo meio que irrelevante se o que você quer é games.

Tendo uma junção de ótimas configurações com um design que permite boa circulação de ar, o computador para jogos se mostra de fato feito para jogos, qualquer game atual (2016) consegue rodar aqui tranquilamente nem que sejam mais pesados, colocando-os nas configurações minimas. Vamos ver um exemplos.

1. Rise of Tomb Raider

rise_of_the_tomb_raider_lara_croft_bear_forest_art_ice_ax_101233_1920x1080
(Reprodução/Internet)

Na resolução Full HD (1920×1080), com os gráficos na qualidade Minima, obtive valores de fps entre 37 e 50, na qualidade Media cheguei a ter entre 28 e 31 fps finalizando na qualidade Alta, obtive valores entre 28 e 31 fps. Na qualidade Muito Alta, foi mais complicado chegando a 20 fps, o que já torna triste a jogabilidade.

Felizmente é possível chegar a uma media de 60 fps se mudar a resolução para HD (1280×720), e deixar na qualidade Minima, assim, obtive valores de fps entre 50 e 81.

O modo que mais gostei foi com a resolução em 1600×900 na qualidade gráfica Média, acabei obtendo valores entre 30 e 40 fps que está ótimo.

Alerto que em todas as configurações testadas, a sincronização vertical estava desativada.

Resultado, dá para se divertir jogando sem problemas.

2. GTA 5

Rockstar-GTA-5-1920x1080
(Reprodução/Internet)

O GTA 5 possui um teste próprio de Benchmark (o Tomb raider também, mas não utilizei), obeserve os resultados obtidos:

Rodando na resolução Full HD (1920×1080), com qualidade gráfica intercalando entre Muito Alta e Alta, que seria a automática proposta , além da sincronização vertical desativada, obtive no teste de Benchmark valores de fps entre 33 e 61, aviso que os momentos em que podemos considerar o fps como baixo, que seriam os momentos de 33 a 38 fps, são os de explosões e decolagem no game, apenas nesses momentos o fps cai para abaixo de 40.

Consegui jogar GTA V sem nenhum problema no notebook em configurações mais que ótimas, não preciso falar mais nada…

3. Far Cry 4

far_cry_4_game-1920x1080
(Reprodução/Internet)

O Far Cry 4 eu testei sempre na qualidade Muito Alta, alternando somente as resoluções, observe:

Rodando na qualidade Muito Alta em resolução Full HD (1920×1080) e sincronização vertical desligada, obtive valores de fps entre 23-40, já ao modificar somente a resolução de  Full HD para 1600×900 consegui agradáveis valores entre 35 e 50 fps. Desses valores você pode imaginar como seria o jogo em configurações gráficas inferiores, o fps minimo iria aumentar, para por exemplo 40, 50 e sim, 60 fps ou mais, considerando a sincronização vertical desativada.

Mais um jogo bastante interessante que você poderá jogar tranquilamente nessa maquina.

4. The witcher 3 

(Reprodução/Internet)
(Reprodução/Internet)

Bem, aqui a situação complica, convenhamos que este jogo tem bastante qualidade gráfica além de ser um grande mundo aberto com varias entidades para processar, observe os dados obtidos no Dell Gaming edition:

Em resolução Full HD, com qualidade gráfica Baixa e sincronização vertical desativada obtive valores entre 37 e 50 fps, mudando apenas a qualidade para Média, cheguei a valores entre 28 e 32, sim uma grande mudança.

Agora alterando apenas resolução para a famosa 1600×900 consegui na qualidade Baixa valores entre 41 e 57 fps e posteriormente na Média obtive um fps entre 35 e 43. Sendo possível ir até a alta com valores entre 23 e 31 fps.

Felizmente é um jogo bastante configurável em questões de performance e sim possível de se jogar sem nenhum problema.

 

Por fim , posso dizer que jogos futuros rodaram bem nesse notebook, basta saber configurar e equilibrar tudo para obter melhor performance, vocês podem se perguntar sobre a questão da sincronização vertical sempre desativada em meus testes, bem, não vejo muita prudencia em utiliza-la,  já que sinto perca de fps, alguns podem se incomodar com o efeito tearing pela tela ter uma taxa de atualização padrão (60Hz), porém, a meu ver a configuração padrão de sincronização vertical da GTX960m que vem pré-configurada ativada no painel de controle da Nvidia, já basta para evitar bastante o tearing; este de fato acontece mas se incomodar ative no game escolhido.

Ainda posso dizer que outros jogos não testados por mim, mas por outros que tenho contato e possuem o notebook, rodaram tranquilamente como OverWatch, Bettlefield 1, The division, resumindo praticamente qualquer jogo atual roda aqui, como disse, basta saber configurar.

“Caso queira ver uma review em vídeo e mais informações deste note em questão de suporte, gameplays de diversos jogos, dicas entre outras coisas, indico o canal Review Tech do YouTube, assim, você sempre permanecerá atualizado sobre este notebook, como por exemplo na questão de jogabilidade de futuros games.”

Bateria

A dell colocou aqui uma bateria integrada de 6 células 74 WHr, em meus testes, se mostrou bem invejável, alcançando até 5hrs em uso normal com tarefas simples, escrever textos, assistir filmes e videos, ouvir música… Mas se quiser jogar longe da tomada não espere mais que 2hrs. Caso não saiba, o correto para preservar a vida útil da bateria, é utilizar sempre que possível o notebook conectado a fonte. Além de preservar a bateria, o notebook  vem pre configurado para ter mais poder conectado a energia, ou seja, se quiseres melhor performance nos jogos, jogue conectado… Essa configurações pode ser alterada, caso não goste.

Conclusão

O Dell Inspiron 15 serie 7000 Gaming Edition 7559 traz portabilidade, elegância clean e performance por um preço muito bom se compararmos com outros chamados gamers. Atualmente (2017) você encontra a versão A20 por R$4381,00, um preço muito bom para o que ele oferece, além de ser possível updates sem que a garantia seja perdida. Posso dizer que é um  notebook impressionante e se de fato deseja o que ele promete, com certeza vale a pena.

O TecDuos espera ter te auxiliado na escolha do produto. Qualquer duvida sobre a maquina comente que teremos o prazer em responder, agradeço a escolha, até a próxima, abraço!

 

 

 

Guilherme Alves

Um jovem apaixonado por tecnologia, que gosta de trazer ao seu público diversas novidades. Apresentador do canal TecDuos e Info Android.

Loading...