Mercado Livre quer ser uma empresa de tecnologia

Há uns dias atrás, o dono do Mercado livre informou que queria ser reconhecido, mais do que uma plataforma latino-americana de comércio eletrônico,  quer ser reconhecida como uma empresa de Tecnologia. E esforços para isso não faltam. Hoje, no Brasil, a empresa já tem quase 1000 funcionários e todos os investimentos são para construir um ecossistema para ir além das próprias transações na Internet. Uma das grandes apostas de 2016 é do software de gestão da empresa brasileira KPL, adquirida no ano passado. 

         

Guilherme Alves
Guilherme Alves

Maranhense, fascinado pela tecnologia! Sou estudante de Engenharia de Computação na Universidade Federal do Ceará (UFC). Fundador do site e canal TecDuos, focado em notícias e análises de produtos no mundo da tecnologia. Trabalho com Edições de Vídeos, Web Designer e Marketing Digital. Sempre estou buscando obter soluções para os problemas em minha volta, adquirindo mais conhecimento em diversas áreas. Vamos embarcar juntos nessa?

Artigos: 668

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *