Prepare-se para uma invasão de novos dispositivos da Google

google

Quando falamos em Google existem dois tipos de pensamentos, o primeiro, que se aplica à grande maioria é o do motor de pesquisa – Google.com. Contudo, uma outra parte tem mais consciência dos produtos e serviços da Google. Mas um aspecto que normalmente fica sempre esquecido é o hardware desta empresa.

Existem alguns rumores de que o dia 04 de Outubro será um grande dia para empresa. Aqui poderá apresentar um vasto portefólio de dispositivos, dos quais existem rumores.

Segundo algumas informações, a Google está a trabalhar em pelo menos nove aparelhos, sendo que na maioria, se não mesmo a totalidade, são grande parte ou mesmo completamente construído pela própria Google, contando com pouca intervenção de outros fabricantes. Formalmente foi organizada uma equipa de hardware com a liderança de Rick Osterloh, o que significa que a empresa estava a preparar alguma surpresa.

“Pixel” & “Pixel XL”

pixel-2

Começamos logo com dois novos smartphones, os“Pixel” e “Pixel XL”. Estes vêm substituir o Nexus 5X e 6P. Fabricados pela HTC, estes foram marcados como os primeiros verdadeiros “telefones da Google”, que explicaria o porquê da Google querer abandonar o nome “Nexus”. Com um esforço para simplificar a oferta, ambos os aparelhos Pixel vão contar com um design idêntico ao do iPhone, excepto em dimensões e algumas especificações.

Mas por falar em especificações, ficam segundo rumores, as especificações dos aparelhos. Vão contar com um ecrã 5 polegadas ou 5.5 polegadas AMOLED (FHD e QHD – respectivamente). Trazem também um CPU Quad-Core de 64 bits – onde se fala na possibilidade de ser o Snapdragon 821 e 4 GB de RAM. A bateria será de 2770 mAh ou 3450 mAh (Pixel e Pixel XL). A câmara principal será de 12 MP com um sensor Sony IMX 378 e, a sua câmara frontal de 8 MP com sensor Sony IMX 178. Contará ainda com 32 GB de armazenamento interno como opção principal, com um leitor de impressões digitais na sua parte traseira e Wi-Fi, Bluetooth.

Ao que parece as colunas frontais vão desaparecer, mas considerando que a HTC é o fabricante, será algo semelhante ao seu sistema da HTC 10.

Huawei-made Tablet

Existe também um tablet de 7 polegadas construído pela Huawei, equipado com 4GB de RAM. Quase um ano após o lançamento do Pixel C, o que podemos esperar quase como uma substituição. Os Nexus 7S de 7 polegadas, foram bastantes populares, apesar da falta de potencial do mercado de tablets.

Resta-nos saber se para além de 4 GB de RAM, este aparelho contará com um conjunto de hardware que o tornará melhor. Não sabemos se este dispositivo também vai fazer parte da apresentação em Outubro, mas rumores dizem que estará disponível no mercado no final do ano.

Novos Android Wear

google-smartwatches

Saídos da caixinha temos também dois novos smartwatchs, Android Wear, mais uma vez com a marca Google. Mas, desta vez não devem existir outros fabricantes metidos ao barulho, sendo totalmente fabricados pela Google.

Com a Apple e a Samsung focadas em ampliar a compatibilidade da sua plataforma, não admira que a Google prepare este movimento, lançando assim um par de smartwatchs produzidos pela própria marca.

Estes também seriam uma forma de explorar o Android Wear 2.0, tornando mais interessante com a chegada do assistente da marca.

Headset VR

daydream

“Daydream View” será o possível nome para o headset VR (Realidade Virtual) em que a Google está a trabalhar. Mais um dos dispositivos que poderá ser apresentado em Outubro.

Este irá conter o Android Nougat e apenas vai correr em alguns smartphones aprovados pela Google. A principal diferença entre este aparelho e o Cardboard, uma versão destes headset, mas em forma de “brincar” (em cartão), é que é compatível com todos os aparelhos.

O Daydream só ira funcionar em aparelhos com ecrãs e sensores que permitam desfrutar de uma ótima qualidade de VR.

Neste equipamento a Google está a trabalhar em parceria com HTC, Huawei, Xiaomi, LG e Samsung, isto para permitir que os primeiros smartphones compatíveis com o Daydream cheguem já nos próximos meses.

A nível de componentes a Google esta a trabalhar em parceria com Qualcomm, Mediatek, e com outros fabricantes. Como era de esperar a nível de software a Google vai equipar com as suas apps, como Youtube, Google Photos, entre outras. Para ajudar a construir um vasto catálogo de apps a Google conta com a ajuda da HBO, Ubisoft e The New York Times.

Matéria cedida pelo Android-Emotions

Guilherme Alves

Um jovem apaixonado por tecnologia, que gosta de trazer ao seu público diversas novidades. Apresentador do canal TecDuos e Info Android.

Loading...

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/u0264235/public_html/wp-includes/functions.php on line 3743